8 de agosto de 2013

EXPOSIÇÃO: “Urbanismo feito à Mão”, inspirada no livro "Handmade Urbanism" (RIO)

É amanhã, não percam!

08 de Agosto de 2013 às 18h30 no Studio-X Rio
Praça Tiradentes, 48 – Centro, Rio de Janeiro-RJ


"Urbanismo Feito à Mão"
Abertura de exposição e mesa redonda

A exposição “Urbanismo feito à Mão”, inspirada no livro "Handmade Urbanism", examina o potencial transformador existente em iniciativas comunitárias e rascunha uma possível visão de cidade impactada por esses processos segundo referências compiladas em Mumbai, São Paulo, Istambul, Cidade do México e Cidade do Cabo, de 2007 a 2012 a partir da plataforma do Deutsche Bank Urban Age Award.
O objetivo da publicação é realizar uma reflexão sobre o potencial impacto de iniciativas pontuais, e sobre a construção de espaços coletivos através da participação de inúmeros atores. Em uma série de entrevistas nas cinco cidades, a publicação dá voz a diversos atores envolvidos em processos de desenho urbano apresentados – governo, iniciativas comunitárias, academia, artistas e produtores culturais, além de mediadores. 

O livro apresenta quinze iniciativas comunitárias realizadas nas cinco cidades, após texto introdutório de Richard Sennett sobre “a comunidade” e conta com as contribuições de especialistas como Ricky Burdett, Fernando de Mello Franco, Elisabete França, Lisette Lagnado, Rahul Mehrotra, Felipe Leal, Jose Castillo, Edgar Pieterse, entre outros. As iniciativas de cada cidade são representadas nos desenhos realizados por Paulo Ayres, que traduzem através de uma linguagem comum os recursos, ferramentas e situações encontrados nos projetos, aproximando práticas em cinco diferente cidades. Os desenhos permitem ainda uma análise sistemática do impacto gerado por cada projeto, visualização dos atores envolvidos no processo, assim como dos espaços criados em coletividade.
A mostra contará também com uma série de jogos coletivo com a intenção de incentivar a participação na construção e formas de usar a cidade.

Participantes da mesa redonda

Ana Cristina Cintra Camargo, Instituto Acaia (SP)
Psicologa, é diretora do Instituto Acaia. Desde 1997 trabalha nesta instituição desenvolvendo formas de trabalho que envolvem a organização do espaço físico e psíquico no ACAIA, com o objetivo de ouvir e treinar o grupo de educadores atuantes no projeto.

Jeff Anderson, Biourban (SP)
É o sociologista que conceitualizou o projeto Biourban, um dos vencedores do Deutsche Bank Urban Age Award 2008, em São Paulo. Atualmente, expandiu suas atividades e iniciou o projeto Ocupação Criativa, no Cambuci, São Paulo.

Zoy Anastassakis
Designer (ESDI/UERJ, 1999), mestre (2007) e doutora (2011) em antropologia (PPGAS/Museu Nacional/UFRJ). Professora adjunta na Escola Superior de Desenho Industrial (UERJ) e no Departamento de Artes e Design da PUC-Rio. Coordenadora do Laboratório de Design e Antropologia e do Observatório Etnográfico de Design e Inovação Social no Rio de Janeiro

Marcos Leite Rosa
Arquiteto e urbanista (USP), doutorando (Technische Universität München). Autor de "Microplanejamento. Práticas Urbanas Criativas." e "Handmade Urbanism". Seu trabalho inclui pesquisa, ensino e projeto. Curador do Deutsche Bank Urban Age Award Rio de Janeiro (2013). Lecionou na Escola da Cidade (São Paulo), na TUM (Munique) e na ETH (Zurique).www.marcoslrosa.com

Fonte: Studio-X Rio

No hay comentarios: