31 de julio de 2013

EVENTO - 1ª Conferência Estadual de Arquitetos e Urbanistas do CAU/SP. Dias 01 e 02 de Agosto de 2013.


O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo - CAU/SP recebe, nos próximos dias 1 e 2 de agosto de 2013, profissionais e representantes da sociedade civil de todo o Estado de São Paulo para sua 1ª Conferência Estadual de Arquitetos e Urbanistas. O evento acontece no Memorial da América Latina, na capital paulista, com inscrições abertas no site oficial da Conferência.

Inscrições clique aqui

O tema da 1ª Conferência do CAU/SP é "Desenvolvimento Nacional e o Papel dos Arquitetos e Urbanistas na Construção das Cidades". As mesas de debates do evento devem discutir a respeito dos seguintes eixos: Cadeia Produtiva e Tecnológica da Construção Civil; Ensino e Formação do Arquiteto e Urbanista; Ética e Globalização; e Exercício Profissional e o Papel Social do Arquiteto.


PROGRAMAÇÃO COMPLETA
1ª Conferência Estadual de Arquitetos e Urbanistas do CAU/SP

Memorial da América Latina
Auditório Simon Bolívar - São Paulo


DIA 01 DE AGOSTO

08h - Credenciamento

09h - Abertura

09h30 às 13h - Mesa 1: Cadeia produtiva e tecnológica da construção civil

13h às 14h30 - Intervalo para almoço

14h30 às 17h30 - Mesa 2: Ensino e formação do Arquiteto e Urbanista

19h - Abertura solene

ATIVIDADE SIMULTÂNEA:

Tema: Arquitetura e urbanismo como carreira de Estado
Local: Sala dos Espelhos
Horário: 14h30 às 18h30
Organização: AEP.SP (Associação dos Arquitetos, Agrônomos e Engenheiros Públicos do Estado de São Paulo)


DIA 02 DE AGOSTO

09h às 13h - Mesa 3: Ética e globalização

13h às 14h30 - Intervalo para almoço

14h30 às 17h30 - Mesa 4: Exercício profissional e o papel social do Arquiteto e Urbanista

18h30 às 20h30 - Plenária Final

ATIVIDADES SIMULTÂNEAS

Tema: Assistência Técnica Gratuita para Habitações de Interesse Social
Local: Sala Mario de Andrade
Horário: 09h às 13h
Organização: Movimentos Sociais

Tema: Arquitetura e Paisagismo
Local: Sala dos Espelhos
Horário: 14h30 às 18h30
Organização: ABAP (Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas)


CONTATOS DA CONFERÊNCIA DO CAU/SP
E-mail: secretaria.conferencia@causp.gov.br
Telefones: 11 3337.6673 | 3337.6552

Fonte: CAU/SP

22 de julio de 2013

NOTÍCIA - Desenhos do Vilanova Artigas vão para o Pompidou (PAR)

Courtesy of Laura Artigas
A família de João Batista Vilanova Artigas (1915-1985) doou desenhos do arquiteto para o acervo de arquitetura latino americana do Museu Nacional de Arte Moderna do Centro Pompidou.

Foram escolhidas para compor a coleção e figurar no catálogo da instituição as seguintes obras: Edifício Louveira (São Paulo , SP, 1946/1948); Casa Baeta (São Paulo , SP , 1956); Vestiários do São Paulo Futebol Clube (São Paulo, SP , 1960); Garagem de barcos do Santa Paula Iate Clube (São Paulo , SP, 1961); Faculdade de Arquitetura e Urbanismo USP (São Paulo, SP, 1961 /1969); Casa Elza Berquó (São Paulo, SP, 1967) e Estação Rodoviária de Jaú (Jaú, SP, 1973).

O conjunto de desenhos doados têm um interesse particular. Foi uma seleção feita pelo próprio Artigas, entre seus cerca de 700 projetos, para uma pequena exposição didática que ele mesmo organizou nos anos 1980. São 31 desenhos à mão livre de tamanhos variados realizados especialmente para a mostra.
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP
Foi doado também o anteprojeto para a Rodoviária de Jaú, que contém um desenho à mão livre da implantação do edifício, feito em caneta hidrocor e seis pranchas de desenhos técnicos do edifício.
Edifício Louveira
Em comemoração ao centenário de nascimento de Artigas, em 2015, Laura Artigas, neta do arquiteto, e o diretor Pedro Gorski planejam o documentário “Artigas: As Casas como As Cidades. As Cidades como As Casas”. Com produção executiva de Luiz Ferraz e Gal Buitoni, da Olé Produções, o projeto acaba de ser aprovado pela Lei do Audiovisual e a equipe está em busca de patrocinadores.
Garagem de Barcos

Sobre Vilanova Artigas

"Admiro os poetas.
O que eles dizem com duas palavras
a gente tem que exprimir com milhares de tijolos".


O arquiteto João Batista Vilanova Artigas, nasceu em Curitiba - PR, em 23 de junho de 1915. Mudou-se para São Paulo e se formou arquiteto na Escola Politécnica da USP, em 1937. Foi fundador da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, em 1948, na qual liderou, mais tarde em 1962, um movimento para a reforma de ensino que influenciou outras faculdades de arquitetura no Brasil inteiro. Foi membro do Partido Comunista e militante de movimentos populares e, por isso, perseguido pela ditadura militar, tendo sido cassado em 1969 por força do AI-5. Sua obra foi duas vezes premiada internacionalmente (Prêmio Jean Tschumi - 1972 e Prêmio Auguste Perret – 1985, este póstumo.). A arquitetura que produziu foi reconhecida, por alguns críticos, como uma verdadeira "escola", a chamada "Escola Paulista". Dentre os 700 projetos que produziu durante sua carreira, destacam-se: Edifício da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo; Conjunto Habitacional Zezinho Magalhães Prado, em Guarulhos; Passarelas Urbanas; escolas públicas; Estádio do Morumbi; clubes; sindicatos; edifícios de apartamentos e casas.

CONCURSO - MuBE e sua expansão (SPO)


Objetivo
O concurso 002 da Projetar.org homenageia um dos maiores ícones da arquitetura moderna brasileira, propondo aos estudantes pensar sobre a sua expansão.

Conhecido por ser mais uma praça que um edifício, o Museu Brasileiro da Escultura é projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. Suas geometrias puras sobrepostas em planos contínuos são o resultado da genialidade do arquiteto e sua equipe. O MuBE localiza-se no bairro do Jardim América, um dos bairros dos jardins. O entorno urbano, projetado seguindo os preceitos da cidade jardim inglesa, contrastam com a geometria pura da arquitetura.

Os candidatos tiverão a possibilidade de pensar o futuro de uma das grandes obras brasileiras dos últimos 20 anos, projetando sua nova ala de expansão.

Projetos Premiados

1º LUGAR - Masa
Equipe:Martin Pronczuk - PFC - Montevideo/UY
Santiago Saettone - PFC - Montevideo/UY

2º LUGAR: Proa
Equipe:Thyago Ramon Pereira da Silva - UFPB
João Pessoa/PB
Mayara Maria Silva de Oliveira - UFPB
João Pessoa/PB
Rafael Wanderley de Albuquerque Melo - UFPB
Campina Grande/PB
Freed Rennan Vieira Gomes - UFPB
Catolé do Rocha/PB
Pedro Paulino Batista Neto - UFPB
João Pessoa/PB

3º LUGAR - F3ARQ
Equipe:Luiz Cláudio Lopes Veneziano – UNIRP
São José do Rio Preto/SP
Gabriel França dos Santos – UNIRP
São José do Rio Preto/SP
Jafet Lourenço Júnior – UNIRP
São José do Rio Preto/SP

Menções honrosas
Para conhecer os outros projetos premiados e todas as propostas apresentadas clique aqui.

Edital
Para acessar o edital do concurso clique aqui.

O Júri
André Nunes
Arquiteto do GRUPO SP. Formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP). Cursa Pós-Graduação pela Escola da Cidade Arquitetura e Urbanismo (AEC) curso “Civilização América: Geografia, Cidade e Arquitetura”. Participou da equipe vencedora do "Concurso para a Sede do Sebrae Nacional em Brasília", da equipe do projeto selecionado para a Trienal de Arquitetura de Lisboa 2010 no concurso internacional “A House in Luanda: Patio and Pavilion”; e Quinto lugar no "Concurso para modernização do Teatro Castro Alves".

Juan Parada
Formado em Escultura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, e especialista em história da arte moderna e contemporânea pela mesma instituição. Começou a pesquisar cerâmica em 2003 e foi um dos membros fundadores do coletivo Interluxartelivre. Trabalha com instalações, esculturas, intervenções urbanas e inserções espaciais. Pesquisa sobre tridimensionalidade, relações tempo-espaço e diálogos arquitetônicos. Experiencia a interseção entre circuitos de arte.
O caráter múltiplo de sua pesquisa é resultado do cruzamento de diversos campos, como o do design, da botânica e da arquitetura. Seus trabalhos não se encerram em si, estabelecem relações com o contexto em que se inserem e transbordam para o mundo, sugerindo processualidade, impermanência e instabilidade, e buscando situações paradoxais em sua própria linguagem.
Entre as últimas mostras destacam-se: a exposição coletiva Abre Alas, exibida na galeria A Gentil Carioca, em 2013; A Memória da Matéria, apresentado no Museu da Gravura da Cidade de Curitiba –2012; e a exposição O Estado da Arte, com o coletivo Interluxartelivre no Museu Oscar Niemeyer, 2010.

Caio Smolarek Dias
Sócio fundador e idealizador do portal projetar.org. Mestre em Arquitetura com ênfase em paisagem urbana pela Politécnica de Milão (2010). Representou o Brasil em intercâmbios de estudo para a Inglaterra, Estados Unidos, Austrália e Peru. Iniciou faculdades de Jornalismo e de História, e concluiu a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo em 2007. É especialista em Docência do Ensino Superior e concluiu um semestre do Mestrado em Gestão Urbana, em 2008, na PUC-PR. É pesquisador nos temas História da Arquitetura e Urbanismo, Teoria da Arquitetura, Planejamento Urbano e Regional, apresentando trabalhos em conferências na Ásia, Américas e Europa. É docente do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Assis Gurgacz e sócio do Studio CSD, participando de equipe técnica que elabora Planos Diretores para municípios paranaenses, além de projetos nas áreas comercial e residencial de diversas escalas no Brasil e exterior.

16 de julio de 2013

RESULTADO - Concurso Novo Centro Administrativo do Maranhão (SLZ)


Foi anunciado o resultado e identificados os premiados e menções do Concurso Público Nacional de Arquitetura do Novo Centro Administrativo do Maranhão. Em solenidade pública realizada no dia 15/07/2013, iniciada às 10h, no auditório da Secretaria de Gestão e Previdência do Maranhão - SEGEP, no 4º andar do Ed. Clodomir Millet, na Avenida Jerônimo de Albuquerque em São Luís.

Veja aqui a Ata de Julgamento e abaixo os projetos premiados e menções.

Primeiro Lugar
Autor/Coordenador: Arthur de Mattos Casas
Cidade: São Paulo - SP
Co-Autor(es): Gabriel Ranieri, Joana Oliveira, Luís Eduardo Loiola, Nara Telles, Pedro Ribeiro, Rodrigo Tamburus

Colaborador(es): Daniela Diniz, Eduardo Mikowski, Mariana Santoro
Revisão de texto: Luiza Costa










Segundo Lugar
Autor/Coordenador: Pablo Emilio Robert Hereñú
Cidade: São Paulo - SP
Co-Autor(es): Eduardo Ferroni, José Paulo Gouvea

Colaborador(es): Denis Ferri, Diogo Pereira, Ivan Mazel, Natália Tanaka e Nathália Grippa









8 de julio de 2013

PALESTRAS - 2º SEMINÁRIO INTERNACIONAL REPRESENTAR – BRASIL 2013 (SPO)

Data: 07 a 09 de Agosto de 2013
Local: Rua do Lago 876, 
Cidade Universitária, Butantã - São Paulo

Aberto ao público em geral
Informações: Setor de Eventos FAUUSP – 3091-4801 / 3091-1603

Apresentação
O Seminário Internacional “Representar Brasil 2013: As representações na Arquitetura, Urbanismo e Design” é uma iniciativa inédita de cinco instituições de ensino superior (quatro brasileiras: USP, USJT, UPM, SENAC; e uma da República Argentina: FADU-UNL), para dar continuidade à proposta de criação e consolidação de um amplo campo internacional de estudos sobre um importante tema, que é inerente e imprescindível à compreensão e à concepção da arquitetura, do urbanismo e do design: as representações.

O Seminário Internacional “Representar”, Brasil 2013, promoverá atividades de comunicação, reflexão e debate sobre as representações e suas relações e contatos com os processos de projeto em arquitetura, urbanismo e design.

O intuito desta iniciativa é estimular perspectivas críticas e revisões teórico-conceituais que motivam a prática e que poderão vir a repercutir tanto na atuação profissional, quanto nas propostas pedagógicas, assim como no desenvolvimento de linhas de pesquisa atuais e futuras, vinculadas aos diferentes programas de pós-graduação em arquitetura, urbanismo e design.

Considerando a necessidade da consolidação de espaços de participação e experimentação, que ponham em pauta as possibilidades de interações complementares entre as representações manuais e eletrônicas, o Seminário reunirá pesquisadores, docentes, arquitetos e estudantes para o diálogo, o debate e a construção de perspectivas sobre o “estado da arte” quanto ao tema, e o reconhecimento das frentes que possam vir a demandar pesquisas. A constituição de um fórum acadêmico sobre as representações pretende, também, atender à necessidade de intercâmbio de experiências internacionais, de articulação e colaboração entre grupos de pesquisa de vários países, assim como promover publicações específicas sobre o assunto por intermédio de iniciativas editoriais de caráter científico que contribuam para os objetivos de renovação temática dos programas de pós-graduação existentes no país e no exterior.

Programa
07 de agosto de 2013, quarta-feira
Todas as atividades deste dia serão desenvolvidas na FAUUSP, Cidade Universitária

14h00 Abertura de credenciamento e inscrições
15h00 Abertura oficial da Reunião, com mesa composta por Diretores das Instituições envolvidas e a Comissão Organizadora.
16h00 Palestra Key-note Prof. Dr. Eduardo de Almeida
18h00 Sessão de pôsteres e confraternização.

08 de agosto de 2013, quinta-feira
08h00 às 18h00 Worhshops a serem realizados nas dependências das instituições participantes (USP, USJT, UPM e SENAC) e em espaços urbanos pré-definidos.

09 de agosto de 2013, sexta-feira
As atividades deste dia serão desenvolvidas no Auditório da FAUUSP.

8h00 Primeira Mesa de Debates
10h00 Intervalo
10h30 Segunda Mesa de Debates
Almoço
14h30 Terceira Mesa de Debates
16h30 Intervalo
17h00 Mesa de Encerramento.
19h00 Apresentação do Representar 2015.

PUBLICAÇÕES - Álbum ARQUITETURAS GRAVADAS (SPO)

 No ano de 2007, gestão do então presidente Arq. Arnaldo Martino, o IABsp lançou um álbum contendo 10 gravuras que reproduzem esboços de diferentes autores, cujos temas foram os “sonhos” por eles imaginados com arquiteturas que contribuem à construção do espaço da cidade de São Paulo.

O álbum é gravado e impresso em edição limitada e reúne croquis de arquitetos consagrados, que doaram os originais, tais como Carlos Bratke, David Libeskind, Decio Tozzi, Fábio Penteado, Guilherme Motta, Hector Vigliecca, João Walter Toscano, Paulo Mendes da Rocha, Roberto Loeb e Ruy Othake.

Essa ação foi principalmente motivada pelo desejo de realizar o restauro e a revitalização do edifício-sede do Departamento, passados então 60 anos do concurso do seu anteprojeto de arquitetura – ocorrido em 1947 -, que deu forma a este verdadeiro ícone da arquitetura moderna paulista.

Bem tombado do nosso Patrimônio histórico (CONDEPHAAT em 2002, CONPRESP em 2011, e encaminhando-se agora ao IPHAN) pela sua relevância arquitetônica, necessita agora de forma inadiável dos cuidados especiais dos arquitetos para a conservação de sua “casa”. Estes cuidados terão, sem dúvida, repercussão como fato cultural importantíssimo, tanto pela recuperação da integridade do bem tombado, como pela contribuição à revalorização da área central da cidade de São Paulo, vindo a constituir-se em um dos mais emblemáticos marcos do movimento de volta à sua ocupação, com a dignidade e o carinho que nossa cidade merece.

Assim, solicitamos a contribuição de todos adquirindo volumes para seu acervo pessoal ou doação à acervos públicos que visem a educação e reconhecimento da Arquitetura Paulista.

Os textos foram impressos em papel francês.
Rives Tradition 170 gramas, com fonte Trebuchet MS.
As gravuras foram impressas em papel francês Rives Tradition 320 gramas.

Medidas: 0,52 X 0,37 cm

Forma e Pagamento: Cheque ou Dinheiro
Valor: R$ 3.000,00 ou 2 x R$ 1.500,00

Informações: Fone: (11) 3259-6866
iabsp@iabsp.org.br


Os arquitetos e suas obras

Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini
O arquiteto
Carlos Bratke formou-se em 1967 na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Mackenzie

A obra
localização: São Paulo – SP I Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini
ano do projeto: 1975
período da obra: 1978 .2006

sobre o projeto
A partir de 1975, eu, meu irmão Roberto Bratke e meu primo Francisco Collet, todos arquitetos, começamos a procurar áreas alternativas dentro da cidade de São Paulo para a implantação de edifícios de escritórios.

A preocupação dos projetos de escritórios está na flexibilidade do uso futuro indeterminado. Assim, as lajes das áreas de trabalho são destituídas de pilares internos aos salões. A circulação vertical e os serviços de copas, cozinhas, depósitos, instalações de ar-condicionado, banheiros em geral localizam-se em torres que circundam ou sustentam salões.

4 de julio de 2013

OBSERVAÇÕES - Debate da X Bienal de Arquitetura (SPO)

Prezados leitores, ontem tivemos o prazer de participar no debate prévio a apresentação da X Bienal de Arquitetura de São Paulo.

Com o tema Cidade: modos de fazer, modos de usar, a Bienal faz uma reflexão contemporânea sobre a cidade, baseando-se em três pilares fundamentais: mobilidade/ densidade, espaço público e infraestrutura urbana.

Como anunciamos em um anterior post, contamos com a presença de José Armênio de Brito Cruz - Presidente IAB-SP e dos debatedores:

Guilherme Wisnik - Curador da X Bienal de Arquitetura de São Paulo; que comentou muitas coisas entre elas, as novas formas de construir ou ocupar a cidade. Mostrando imágens de algumas obras que serão referencia para a X Bienal de Arquitetura.

Debate realizado ontem  no CCSP.
Ligia Nobre - Curadora adjunta; destacou que essa bienal apresenta um programa diferente das outras edições, "Uma atuação em red", ações de articulação, mobilidade e percursos serão o ponto de partida para uma reapropriação da cidade.

A revitalização de um rio de Seul, 2003.
Paula Santoro - Ministério Público do Estado de São Paulo; antecipou detalhes da exposição que estará na X Bienal chamada "Brasil: Espetáculo do Crescimento" onde pequenos relatos, nos contará esse suposto fenômeno espalhado pelo nordeste brasileiro, atraves da voz do povo. Apelidando-a de "viagem exploratória" é uma mostra do processo desse crescimento, e levantando questões como: expansão da classe media ou somente poder de consumo? Voltando a falar de "work in process", concentração industriais VS estrutura urbana, impacto ambiental, gentrificação e os novos pólos industriais, téxtil e agropecuário. Ressalta que seram vídeos e imágens para causar sensações variadas.


Independent Group, 1952.
Marcos Bicalho - Associação Nacional dos Transportes Públicos; começou mostrando uma das inúmeras frase de Henrique Peñalosa (Ex-Prefeito de Bogotá) em relação ao problema do transporte. Falou sobre as contradições do desenvolvimento/progresso e quanto aos nossos modelos. "A cidade atual é produto das escolhas no passado". Também citou algumas políticas de estímulo ao uso do transporte individual.

Habitaçao Social, 2003. Alejandro Aravena.
Renato Anelli - Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP, São Carlos Rennó; falou bastante de mobilidade urbana e cidadania, do direito/acesso da população e o seu deslocamento de casa ao trabalho. Dos modelos de concessão, prestação de serviços e a criação de um novo sistema/articulação para São Paulo, mostrando em um mapa uma espécie de "Arco do Triunfo" ligando as zonas este e oeste da cidade. Se pergunta si está colocada em prática nossa política urbana nacional com tantos planos, estatutos, secretarias, ministérios e leis. Incapacidade ? Ressalta que temos que olhar exemplos de atuação urbana que tenham uma realidade mais semelhantes a brasileira, projetos no México ou pela Ásia.


Aproveitamos para convidá-los a todos a apresentação institucional da X Bienal de Arquitetura São Paulo.

X BIENAL DE ARQUITETURA DE SP
Quando: 5 de julho, sexta-feira
Local: Auditório da Biblioteca Mário de Andrade (Rua da Consolação, 94)
Horário: 12h30

Mais informações e cobertura do evento na página oficial da Bienal no Facebook e através do Twitter @xbienalarq.

3 de julio de 2013

WORKSHOP - Safari Urbano na Escola da Cidade (SPO)


A partir de sexta feira dia 5 de julho à terça 9 de julho o São Paulo Lab irá promover o Workshop Safari Urbano na Escola da Cidade. Nele os participantes vão fazer um mapeamento dos ecossitemas de SP ao longo de uma linha de metrô e explorar as complexidades, conflitos e potencialidades da relação entre o ambiente construido e a flora e fauna urbanas.

Os resultados farão parte da iniciativa Safari Urbano durante a X Bienal de Arquitetura de São Paulo que contará com uma exposição e tours pelo metrô.

Ainda existem 10 vagas disponíveis !

A inscrição deve ser feita pelo email: urbansafari.workshop@gmail.com.

Fonte: X Bienal de Arquitetura de São Paulo

1 de julio de 2013

DEBATE - Lançamento da X Bienal de Arquitetura de São Paulo (SPO)









Debate de lançamento da X Bienal de Arquitetura 

Terça-feira, 02/07 ás 19:30
Local: Centro Cultural São Paulo - Sala Adoniran Barbosa,
Endereço: R. Vergueiro, 1000 - Paraíso - São Paulo

MOBILIDADE URBANA E CIDADANIA

O debate lançará publicamente o projeto da X Bienal de Arquitetura de São Paulo, três meses antes de sua abertura. Com o título “Cidade: modos de fazer, modos de usar”, a Bienal enfoca a discussão urbana com ênfase em quatro premissas: as defesas da mobilidade, da densidade, do espaço público e da infraestrutura.

Articulada em rede, em pontos acessíveis por metrô e trem, a Bienal propõe a discussão e a experiência da cidade através da mobilidade, entendendo-a como o grande direito público urbano. Em face da relevância das últimas manifestações pelo país em defesa da mobilidade como esfera pública, a Bienal lança a sua plataforma de discussão através dessa discussão, entendendo o transporte como direito à cidade. Os participantes serão:

Abertura: 
José Armênio de Brito Cruz - Presidente IAB-SP

Debatedores:
Guilherme Wisnik – X Bienal de Arquitetura de São Paulo
Marcos Bicalho – Associação Nacional dos Transportes Públicos
Paula Santoro – Ministério Público do Estado de São Paulo
Renato Anelli – Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP, São Carlos Rennó

Sobre
A Bienal de Arquitetura é organizada pelo IAB/SP desde sua primeira edição em 1973 e este ano chega à sua 10ª edição, que será realizada de 28 de setembro a 24 de novembro, e discutirá o tema “Cidade: Modos de Fazer, Modos de Usar”

Fonte: Curadoria e FanPage no Facebook